Apresentação da 4ª Edição – Junho de 2007

V.3 – Nº1 – Junho de 2007

 

Buscando manter a sua pluralidade temática, a quarta edição da Revista Theos, revista de reflexão teológica da Faculdade Teológica Batista de Campinas (FTBC), construiu-se neste semestre com cinco ricos artigos, que, divididos em áreas específicas do estudo da religião, da Bíblia, da cultura, da teologia e da igreja, procuraram, de forma clara e acadêmica, manter esta boa relação entre os textos e seus leitores.

Antonio Lazarini Neto, em seu artigo intitulado Temporalidade e as Parábolas do Reino de Deus nos Evangelhos, que, privilegiando a perícope de Mateus 13:24-50, objetivou apresentar as questões levantadas no Novo Testamento, especificamente no grupo de Jesus e depois na primeira igreja, sobre o tema “Reino de Deus”. O autor, preocupado também com as possíveis leituras do tema para a atualidade, apontou as dificuldade de separação e delimitação dos tempos, presente e futuro, nas leituras e interpretações do Reino de Deus nos textos e nos imaginários dos seguidores de Jesus. Com uma preocupação mais pastoral-prática, Reginaldo José dos Santos Júnior, trabalhou em seu artigo Reflexões sobre a Evangelização na Pós-modernidade, problemas enfrentados pela igreja no processo de evangelização num mundo entendido como pós-moderno. O autor, apresentando as características de nossa sociedade, aponta caminhos para uma evangelização mais eficaz, não um método, mas uma forma de ser possível ao cristianismo e à sua pregação.

No campo da antropologia e da sociologia, se assim ou se só assim posso dizer, encontra-se a apresentação sobre a possível interpretação e relação entre a violência, a mimese e o sagrado, numa leitura da gênese da religião do intelectual cosmopolita René Girard, feita por Manoel Ribeiro de Moraes. Por fim, dois artigos dialogam teologia e cultura: um de minha autoria, intitulado de Alquimia Religiosa, coloca em diálogo religião, teologia e literatura, numa tentativa de observação dos processos de sincretismo religioso na formação do romance Grande Sertão: Veredas de João Guimarães Rosa; o outro, de Vanderlei Gianastacio, cujo título é Os Trovadores e a Heresia, com preocupações históricas, trabalha a relação da igreja cristã da Idade Média, principalmente dos séculos XII e XIII em Portugal, com a heresia, levando em consideração a não preocupação eclesiástica com os chamados trovadores hereges: Pero Gotèrrez e Gil Perez Conde, e suas cantigas. Desta forma, como editor responsável pela revista, desejo que os textos nela contidos sirvam como meio para o início de novas reflexões dentro dos temas nela abordados. Sem mais, desejo a todos uma boa leitura!

Clademilson Fernandes Paulino da Silva

Editor Responsável pela 4ª Edição

Artigos da 4ª Edição – Junho de 2007

A alquimia religiosa como forma de construção literária no romance Grande Sertão: Veredas de João Guimarães Rosa

Religious alchemy as a way of literay construction in the novel “Grande Sertão: Veredas” of João Guimarães Rosa

Clademilson Fernandes Paulino da Silva

A gênese do religioso: a questão da violência e da mimese em René Girard

The genesis of the religious: the topic of the violence and the mimese in René Girard

Manoel Ribeiro de Moraes Júnior

Os trovadores e a heresia: uma análise história da visão sobre a heresia da igreja cristã dos séculos XII e XIII

The troubadours and heresy: a historic analizis of the views about heresies in the Christian church in the XII and XII centuries

Vanderlei Gianastacio

Reflexões sobre evangelização na pós-modernidade

Reflections about the evangelization in the pos-modernism

Reginaldo José dos Santos Júnior

Temporalidade e as parábolas do Reino de Deus nos Evangelhos: um estudo de Mateus 13:24-50

Context and the parables of the kingdom of God in the Gospels: a study of Mathews 13:24-50

Antonio Lazarini Neto